23
fev

A Neuropsicologia do TDAH

adhd

Durante a infância e adolescência, os pais e professores  precisam constantemente lidar com algumas dificuldades de seus filhos e alunos, como  desmotivação, falta de hábitos e de estratégias de estudo, dificuldade de manter o foco de atenção por muito tempo, dificuldade em lidar com as frustrações,  de controlar o próprio comportamento de acordo com as demandas do ambiente,  de parar e pensar antes de agir, entre outras.  Apesar de alguns comportamentos poderem ser considerados típicos de crianças e outros desaparecerem com o tempo devido a intervenções ou a questões do próprio desenvolvimento, algumas dificuldades podem persistir, causando prejuízos pessoais, familiares, sociais e/ou acadêmicas. Este é o caso do Transtorno de Déficit de atenção e Hiperatividade (TDAH).

Crianças e adolescentes com TDAH possuem déficits principalmente com as funções executivas,podendo apresentar dificuldade  com o controle inibitório, memória de trabalho, flexibilidade cognitiva, atenção sustentada e dificuldade com a postergação do reforço. Diante desses déficits nas funções executivas, estas crianças podem ter dificuldade em completar as atividades de sua rotina sem a supervisão de outra pessoa; em resistir à distração enquanto estão concentradas; em realizar tarefas tediosas, mesmo entendendo que naquele momento é preciso realizá-las;  podem não conseguir ser persistentes e manter a atenção e a motivação em exercícios mais difíceis.  Também podem possuir dificuldade com a organização e planejamento  do tempo; dificuldade em se esforçar para conseguir recompensas maiores e de longo prazo em vez de optar por menores, mas imediatas e não conseguem permanecer por muito tempo realizando coisas que não lhe  despertem um  interesse imediato. Assim, diante destas dificuldades, estas crianças e adolescentes podem precisar de orientações e estratégias diferentes das outras, já que o  ambiente no qual estão inseridas pode potencializar uma dificuldade ou amenizar, tanto de crianças saudáveis quanto de crianças com algum transtorno ou dificuldade.

Continue lendo

Deixar um comentário
18
fev

Como construir uma carreira de sucesso com a Psicologia

Deixar um comentário
04
fev

Alienação Parental – Quando os filhos são as maiores vítimas

O que é a Alienação Parental e quais suas causas?

alienação parental 2

Primeiramente precisamos diferenciar a Alienação Parental da Síndrome da Alienação Parental.

Continue lendo

2 comentários
17
nov

O que queremos e fazemos por nossas crianças?

Ao aproximarmos das festas de fim de ano e pensarmos sobre o tempo em família, as crianças e suas demandas nos convocam a refletir sobre o valor e importância desta etapa crucial da vida. Devemos realçar a alegria do ser criança, mas também podemos refletir sobre a qualidade da infância conquistada nos últimos tempos. No campo científico os progressos foram enormes. A mortalidade infantil combatida por vários programas sociais se reduz a cada ano. As condições de higiene e cuidados com as crianças, bem como as ações voltadas para as mesmas são reconhecidas a nível mundial.  Mas há um lado escuro do universo de algumas crianças, que não é falado e até diria camuflado.

boy-sitting-alone-120123

Quando uma criança carece de bens materiais (alimentos, roupas, entre outros) conseguimos prontamente ver a sociedade se mobilizar em prol deste atendimento. Quando a criança necessita de apoio psicológico ou sofre um abuso em sua integridade subjetiva a resposta social é morosa e às vezes, evasiva. Como é difícil reconhecer a necessidade do outro quando não há marcas concretas desta dificuldade. O alimento para o ser humano não pode restringir-se somente aquele que passa pelo estômago. A mente necessita digerir, processar tudo aquilo que a envolve, que a toca.

Continue lendo

Deixar um comentário
05
nov

Quem eu sou x Como sou visto

Você já passou por uma situação em que alguém te diz: “Você parece ser muito mais jovem” ou “Nossa, você parece ser tão paciente”, sendo que você não se vê assim? Por que será que isto ocorre? Por que será que as pessoas podem nos enxergar de outra forma?

girl-926084_1920

Jung (psiquiatra, psicoterapeuta e fundador da psicologia analítica) abordou em sua teoria a questão da persona, resumidamente é como uma máscara em que o indivíduo utiliza para se adaptar ao mundo, é o modo como os outros nos conhece. Por exemplo, quando o companheiro(a) está com sua namorada, ele é sempre carinhoso. Isto é uma persona, é a forma como ele se apresenta para ela.

Continue lendo

Deixar um comentário
20
out

O que é ser belo?

Você sabe exatamente o que é ser belo? Li um conceito sobre o que é ser belo que vários autores têm utilizado, achei bem interessante e imagino que você achará o mesmo e concordará com ele. “A beleza é a qualidade de algo que é agradável aos sentidos”. Simples e objetiva. Com essa definição evita ficar comparado uma pessoa com outra ou uma coisa com outra. Essa definição de beleza poderá ser traduzida para o famoso ditado popular “A beleza está nos olhos de quem vê”. Concordo plenamente.

Beauty-reflects-in-the-mirror-daydreaming-31719342-1600-1161

E o que isso tem a ver com este texto? Tudo. Sabe-se que a beleza depende de “quem a vê”, de onde e de que época. A beleza não só varia de pessoa para pessoa, mas de local para local e de época para época. Na nossa cultura ocidental contemporânea o ser belo, principalmente para as mulheres tem algo a ver com ser magra ou de corpo torneado. Mas nem sempre foi assim, houve épocas em que as mulheres mais cheinhas eram sinônimas de fartura, de comida na mesa, enquanto que as mais magras eram tidas como “passa fome”.

Continue lendo

Deixar um comentário
25
set

Verdades Secretas – Uma reflexão sobre o abuso sexual

Fonte: Gshow

Fonte: Gshow

Tenho ouvido muitos comentários sobre uma mini série que está sendo exibida pela Rede Globo, chamada Verdades Secretas. Por perceber a grande polêmica que está causando, procurei saber sobre o por quê do envolvimento de tantas pessoas discutindo os temas apresentados nesta obra. Ouvi atentamente alguns comentários, assisti alguns capítulos, e acabei achando a trama principal interessante de ser discutida, pois trata de um tema muito importante para ser compreendido pela sociedade como um todo.

A trama principal refere-se a questão do abuso psicológico seguido do abuso sexual praticado por um homem maduro com uma adolescente de 16 anos.

Continue lendo

13 comentários
14
ago

Recessão e Carreiras

Profissionais não devem parar de evoluir na crise econômica

Por: Profa. Lúcia Maria Almendra Correia Lima, MSc. (Mestre em Ciências Sociais) e Psicóloga

JORNAL ESTADO DE MINAS – 12.07.15

good-study-habits

Continue lendo

Deixar um comentário
10
jul

Um grande passo da Psicologia no Brasil

escritório

Desde 2012 o Conselho Federal de Psicologia aprovou o atendimento psicológico online e estabeleceu critérios para que ele possa acontecer.

 Isto sinaliza um grande avanço da profissão no país, uma vez que aproxima clientes de qualquer localidade do mundo com psicólogos de todo Brasil. Quebrada a barreira geográfica, várias pessoas que não teriam acesso à psicologia passam a ter.

Continue lendo

Deixar um comentário
25
jun

Consciência tem pouco controle sobre decisões

Nova teoria norte-americana diz que a consciência não é responsável por decisões

brain2

A consciência, aquele diálogo interno que parece controlar seus pensamentos e ações, pode ser bem menos poderosa do que se pensa. De acordo com a nova teoria proposta por um pesquisador da Universidade do Estado de São Francisco (SFSU), nos EUA, a consciência seria um canal passivo, e não uma força que exerce controle.

Continue lendo

Deixar um comentário