O que faz o psicólogo especialista em Psicologia Jurídica

A Psicologia Jurídica é um dos campos de conhecimento e de investigação dentro da psicologia, com importantes colaborações nas áreas da cidadania, violência e direitos humanos. Você sabia que o psicólogo pode oferecer consultorias extrajudiciais para auxiliar questões importantes do direito da família? Como guarda de menor, guarda compartilhada, negação de paternidade, interdição e regulamentação de visitas?

A consultoria psicológica aborda questões que demandam escuta qualificada para ouvir necessidades, dirimir dúvidas, avaliando, diagnosticando e propondo soluções diante de quadros emocionais complexos, patológicos ou conflitivos.

A consultoria psicológica aborda questões que demandam escuta qualificada para ouvir necessidades, dirimir dúvidas, avaliando, diagnosticando e propondo soluções diante de quadros emocionais complexos, patológicos ou conflitivos.

O serviço de consultoria psicológica ocorre nos âmbitos jurídico, empresarial, escolar, hospitalar, entre outras instituições governamentais e não governamentais. O psicólogo especialista em Psicologia Jurídica atua no âmbito da Justiça, colaborando no planejamento e execução de políticas de cidadania, direitos humanos e prevenção da violência, centrando sua atuação na orientação do dado psicológico repassado não só para os juristas como também aos indivíduos que carecem de tal intervenção, possibilitando a avaliação das características de personalidade e fornecendo subsídios ao processo judicial, além de contribuir para a formulação, revisão e interpretação das leis.

CONHEÇA ALGUMAS ATIVIDADES DO PSICÓLOGO ESPECIALISTA EM PSICOLOGIA JURÍDICA

Escritórios de Direito: consultoria em casos de família, infância e juventude, criminal, civil, trabalhista, quando a orientação do psicólogo jurídico pode auxiliar na compreensão da dinâmica psicológica dos envolvidos, permitindo melhor entendimento e direcionamento do caso.

Instituição de Ensino: Consultoria para lidar com relacionamentos interpessoais entre docentes e discentes e entre os profissionais da Instituição de Ensino. Orientação para lidar com pais em processos de separação e com demais demandas inadequadas dirigidas às coordenações escolares.

Instituição Hospitalar: consultoria diante de questões envolvendocrianças e adolescentes vítimas de situações abusivas, que necessitem de identificação e solução do problema. Orientação quando há interesse de entrega em adoção ou da não legalização desta entrega.

Empresas: consultoria diante de quadros de patologias psicológicas e suas implicações trabalhistas, oferecendo informações, orientações e projetos ético/técnicos para resolver tais demandas.

São inúmeras as possibilidades e áreas que o psicólogo especialista em Psicologia Jurídica pode explorar durante sua carreira, o Ciclo CEAP oferece diversos cursos na área da psicologia jurídica que auxiliam você, psicólogo a se manter atualizado e informado constantemente.

Fonte: Conselho Regional de Psicologia

 

Artigo anteriorPróximo artigo