Dicas para montar um bom consultório de psicologia

A decoração de um consultório de psicologia faz toda a diferença na qualidade do atendimento, tanto para os pacientes quanto para os profissionais. Através dos móveis, cores das paredes e objetos utilizados nos ambientes de recepção e atendimento, os pacientes conseguem se sentir confortáveis e acolhidos.

Um ambiente receptivo é uma das formas de fazer com que os clientes se sintam à vontade para frequentar seu consultório. Além disso, psicólogos precisam ter um ambiente de trabalho funcional e agradável. Por isso, neste post, te apresentaremos algumas dicas para montar um bom consultório de psicologia. Confira:

Receba com cordialidade

A sala de recepção é o primeiro contato do paciente com seu consultório. Ela precisa ser acolhedora e tranquilizante para amenizar a ansiedade da espera. Sofás e poltronas podem ser utilizados em vez de cadeiras, por serem mais confortáveis. Televisão e revistas podem ser utilizadas para distrair e entreter os pacientes que aguardam atendimento.

Ofereça o que seu público precisa

Na sala de atendimento, a decoração deve estar alinhada com as necessidades do profissional de psicologia para realização de diagnósticos e diversos tipos de tratamento. Por isso, os tipos e disposições de móveis podem variar se você atende crianças, adultos ou casais e a depender de quais processos terapêuticos você utiliza. Crianças exigem um ambiente mais lúdico e atendimento a casais exige mais poltronas no espaço, por exemplo. Se seu público varia entre essas especialidades, busque equilibrar o ambiente de forma a atender todos de forma atraente e acolhedora.

Muitas vezes o psicólogo atende crianças e adultos no mesmo ambiente. Uma alternativa, quando há espaço suficiente, é fazer um cantinho infantil, com móveis adaptados à criança e com os recursos necessários ao atendimento como jogos, brinquedos, etc. Quando a sala tem um espaço especial para a criança, os itens de decoração deste cantinho não precisam combinar obrigatoriamente com o restante da decoração, ficando bem explícito que ali é um local especial, onde os pequenos podem se sentir a vontade para as atividades propostas. 

Existe também a possibilidade de atendimento de casais, famílias e grupos, o que requer um espaço um pouco maior, sempre oferecendo conforto e aconchego para todos. Nestes casos deve ser observada a condição de um bom contato visual e proximidade adequada entre as pessoas participantes.

Existe um aspecto que  vale a pena salientar: o lugar do terapeuta é muito importante no consultório. Ali ele é a autoridade que conduz o processo, seja individual ou em grupo. Sua fala e sua postura são diferenciadas e é adequado que ele tenha seu lugar também diferenciado. Como será esta diferenciação cada terapeuta define, mas ele tem que pensar também que, sendo este o local onde ele passará grande parte do seu tempo, ele deve ser muito confortável.

Aposte em cores que transmitem tranquilidade

Muitos pacientes podem se sentir desconfortáveis em um consultório de psicologia, principalmente em suas primeiras consultas. Para amenizar esse problema, você pode utilizar cores claras ou neutras, tanto em móveis como em paredes, para criar um ambiente tranquilizador. Nesse caso, vale utilizar cores como branco, cinza, verde ou azul claros e tons em madeira.

Cuide para que os adornos sejam adequados de forma a não poluir o ambiente com uma profusão de estímulos que cansem o paciente e interfiram no seu processo terapêutico. Não existem regras, mas o bom senso deve prevalecer sempre.

Preste atenção à iluminação

A iluminação também é importante na criação de um ambiente acolhedor. Ambientes mais claros ajudam a compor um espaço mais tranquilo, mas sugerimos evitar o uso de lâmpadas que tornam o ambiente mais frio ou que dificultem a realização de atividades como a escrita de anotações durante o atendimento.Prefira as lâmpadas de luz amarelada que normalmente são mais aconchegantes. Pense na alternativa de colocar um dimer que é um dispositivo que regula a intensidade da luz. Este recurso é muito útil para ser usado em relaxamentos, ou mesmo para criar um clima mais acolhedor com menos iluminação quando for necessário.

Aprimore seu trabalho

Com um consultório agradável para você e seu paciente, o primeiro passo estará dado para o sucesso do seu trabalho. Móveis que auxiliam no diagnóstico e tratamento de seus pacientes, e outros que ajudam a manter tudo em ordem, como estantes e armários, são fundamentais para executar sua função com mais eficiência. Além disso, você também pode inserir móveis e objetos de decoração que reflitam seu estilo.

A estética é importante, mas a organização do ambiente é fundamental para um trabalho eficiente. Fichas com anotações das sessões e testes devem ser guardados em lugar seguro com proteção suficiente para que a privacidade dos clientes seja preservada. Investir em um bom arquivo onde estas informações possam ser guardadas por um longo tempo é essencial! 

Enfim, sabemos que comunicamos muito mais por mensagens subliminares do que por palavras. Um lugar acolhedor e bem cuidado comunica muito sobre o tipo de profissional que trabalha ali. Um bom consultório não precisa ser luxuoso ou dispendioso. Basta que ele tenha os itens essenciais e que seja adequado para que seu cliente perceba que naquele local trabalha um profissional que gosta do que faz e que está pronto para acolher seu cliente com carinho e dedicação. 

Se você tem alguma dica para passar para os colegas psicólogos sobre este assunto, deixe seu comentário!

Artigo anteriorPróximo artigo