Neuropsicólogo: saiba tudo sobre a carreira desse profissional

A neuropsicologia é uma área da neurociência que se ocupa dos aspectos da organização cerebral nas várias fases do desenvolvimento humano. É uma ciência em franca expansão e que tem contribuído para importantes descobertas a cerca do funcionamento das funções cerebrais, ampliando assim, as possibilidades e a eficácia de intervenções no diagnóstico e na reabilitação.

Para se ter um ideia do crescimento da neuropsicologia, cada dia surgem novos cursos destinados a preparar o psicólogo para atuar na área. Por outro lado, é crescente também o número de laboratórios de neuropsicologia nas universidades e a pesquisa está em franco avanço.

Confira as áreas de atuação do neuropsicólogo

O neuropsicólogo atua em três campos: diagnóstico, reabilitação e pesquisa. Para isso, utiliza técnicas  de entrevistas e exames qualitativos e quantitativos.

Sua atuação se dá em laboratórios, clínicas, instituições de ensino e pesquisa, agências de marketing (neuromarketing) e instituições financeiras (neuroeconomia), dentre outros. É sua responsabilidade efetuar avaliações neuropsicológicas importantes em perícias, para dar subsídios para decisões legais aos profissionais do Direito.

A avaliação neuropsicológica também auxilia na reabilitação de pacientes,pois ajuda a identificar as forças e fraquezas cognitivas,  orientando quais funções devem ser reforçadas e quais devem ser substituídas.

Outra utilidade da neuropsicologia está na seleção  de pacientes para aplicação de tratamentos específicos, a análise detalhada de funções permite classificar pacientes portadores de uma mesma patologia em subgrupos, possibilitando a aplicação direcionada de procedimentos ou prescrição de medicamentos.

Conheça os critérios para se tornar um neuropsicólogo

O neuropsicólogo necessita, para o bom desempenho de suas funções, ter um profundo conhecimento sobre o desenvolvimento do sistema nervoso, de psicopatologias e dos processos neurodegenerativo, além de dominar  os princípios gerais de avaliação e intervenção.

Sua formação deve incluir também uma boa noção de psicometria, o que lhe dará o conhecimento necessário para usar e interpretar corretamente os inúmeros testes que serão um importante ferramenta de trabalho.

Por isso é essencial que após, concluída a graduação em psicologia, o interessado em seguir esse profissão, procure bom curso de capacitação em neuropsicologia. Existem vários cursos que permitirão que o profissional conheça os processos neuropsicológicos (linguagem, memória, atenção, etc) e as ferramentas da neuropsicologia clínica: testes e avaliações, processos de reabilitação e exames de neuroimagens.

Como já dissemos, na área de neuropsicologia, as pesquisas são constantes e levam a novas descobertas e procedimentos, gerando uma necessidade de atualização constante do neuropsicólogo. Para isso, existem inúmeros cursos de extensão e atualização.


Veja como é o mercado de trabalho para o neuropsicólogo

Você já percebeu que a neuropsicologia está em fase de expansão e que tem aplicação em diferentes áreas. Isso faz com que o mercado de trabalho seja promissor para quem escolhe atuar nessa área. Ter uma boa preparação é importante, assim como a capacidade de se manter atualizado.

Um neuropsicólogo em início de carreira pode ganhar em média R$3.500,00 a R$4.000,00 por uma jornada de 40 horas semanais.

Agora que você já sabe tudo sobre a carreira de um neuropsicólogo fica bem mais fácil escolher novos rumos para seu futuro profissional. Quer saber mais? Clique aqui e veja uma das aplicações da neuropsicologia.

Viu como a capacitação em neuropsicologia pode ampliar seu campo de atuação? Escreva nos comentários abaixo o que você espera conquistar com a realização do curso.

Artigo anteriorPróximo artigo