Sexologia Clínica e o papel do sexólogo na sociedade

Sexologia é a ciência que estuda o comportamento sexual humano, abrange não apenas o ato sexual em si, mas toda a sexualidade dentre os padrões de comportamentos em uma sociedade, religião ou grupo e as influências sob o sujeito.

Segundo Organização Mundial de Saúde (OMS) a sexualidade é considerada como sendo um dos indicadores de qualidade da vida, influencia a saúde física e mental, pensamentos, sentimentos, ações e integrações.

 

pesquisa aponta que fatores emocionais são a principal causa de insatisfação sexual no Brasil

A nossa cultura é governada por muitos mitos e tabus, e a sexualidade é talvez o aspecto mais influenciado por estas crenças. Uma pesquisa mostrou que 51% dos homens e 56% das mulheres brasileiras se declaram infelizes com a vida sexual. Ainda, 93% admitem manter tabus em relação ao sexo.

A grande maioria dos diagnósticos de distúrbios sexuais é de natureza psicológica, social ou cultural. Somente 13% das pacientes têm problemas de natureza orgânica, como alterações hormonais ou distúrbios originados por alguma doença.

O desconhecimento do próprio corpo originado pela culpa e pelo medo resulta na falta de intimidade com ele, abrindo portas para a instalação das disfunções sexuais. É um tema delicado, que exige que o profissional tenha muita habilidade para abordar o assunto e para trabalhar nas soluções que promovam a melhoria da qualidade de vida do paciente.

O curso de Sexologia Clínica – Enfoque da Terapia Cognitiva tem como objetivo preparar profissionais que lidam com a questão da sexualidade no cotidiano de seu trabalho para uma atuação embasada e consciente, através da desmistificação de tabus, crenças e preconceitos baseada em conceitos científicos. As disfunções sexuais serão reconhecidas e discutidas, assim como suas causas e novas propostas para tratamentos específicos.

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *