Matrículas abertas: Preparatório para o Concurso da PBH
29 de fevereiro de 2012
Neurônios Espelho
30 de março de 2012
Exibir tudo

O Dia Internacional da Mulher no Ciclo CEAP

Hoje, as funcionárias do Ciclo Ceap, receberam um mimo do colega de trabalho Filipe. Discretamente, ele entregou a cada uma das colegas, um texto sobre o Dia Internacional da Mulher. Todas ficaram muito felizes com a homenagem, afinal, quem não gosta de gentilezas, demonstração de carinho e atenção? Assim, nós do Ciclo CEAP decidimos agradecer ao Filipe compartilhando com as leitoras deste blog a mensagem recebida, desejando a todas um Feliz 8 de Março – Dia Internacional da Mulher.

Mulheres do Ciclo CEAP,

Antes de parabenizá-las, lembro-as que o 8 de Março nao é uma celebração da mulher como gênero, mas de sua luta histórica por direitos iguais aos dos homens, tendo surgido como homenagem às 129 mulheres mortas em 1857 num incêndio criminoso iniciado pela polícia na fabrica em que trabalhavam e faziam greve.

Portanto, mulheres, PARABÉNS pela luta constante e por colocarem os homens, estes seres que se julgam tao superiores, em seu devido lugar.

Segue então um texto em homenagem a vocês, que adaptei ao pensamento de Martha Medeiros, uma das muitas mulheres interessantes que rondam ao meu redor.

“Toda mulher é doida. Impossível não ser.

Vocês nascem com um dispositivo interno que as informa desde cedo que, sem amor, a vida não vale a pena ser vivida, e que usa o seu poder de sedução para encontrar the big one, aquele que será inteligente, másculo, se importará com seus sentimentos e não a deixará na mão jamais.

Uma tarefa que dá prá ocupar uma vida, não é mesmo? .

Mas além disso, vocês são independentes, bonitas, têm filhos e fingi de vez em quando que são santas, ajuizadas, responsáveis, e que nunca, mas nunca, pensaram em jogar tudo pro alto e embarcar num navio pirata comandado pelo Johnny Depp, ou então virar loura e cafetina, ou sei lá, diga aí uma fantasia secreta, sua imaginação deve ser melhor que a minha.

Eu só conheço mulher louca.

Penso em qualquer uma que conheço e afirmo que ela tem ao menos três dessas qualificações: exagerada, dramática, verborrágica, maníaca, fantasiosa, apaixonada, delirante.

Pois então.

Também é louca.

E fascina a todos.

Sua insanidade tem nome: chama-se Vontade de Viver até a Última Gota.

Só as cansadas é que se recusam a levantar da cadeira para ver quem está chamando lá fora.

E santa, fica combinado, não existe.

Garanto que está pra nascer uma mulher que só reze, que tenha desistido dos prazeres da inquietude e que não deseje mais nada.

Se você não concordar comigo: você é louca de pedra!”

 

 

Filipe Ribeiro

08/03/2012

Ah, e este é o Filipe, sempre atencioso e carismático. Valeu Filipe!

1 Comment

  1. Rogéria Avellar disse:

    Filipe, o parabéns é para você! Fantástico! Considere-se ímpar nessa sua sensatez e maneira de sentir a vida.
    Também és leitor de Martha Medeiros? Sábio, você, hein?! Ela é ótima!
    Filipe, Saúde, Sorte, Sucesso, muita Luz, Amor e Paz em sua jornada nesta vida que, se torna maravilhosa quando há pessoas como você. Seja abençoado hoje e sempre.
    Abraço Fraterno,
    Rogéria Avellar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.