Psicóloga diz como curar ciúmes

Dicas do que fazer para ter sucesso em concursos
29 de agosto de 2012
Maconha e dependência: relação polêmica
19 de setembro de 2012
Exibir tudo

Psicóloga diz como curar ciúmes

terapia_casal
Já ouvi muitas pessoas dizerem que é inevitável sentir ciúmes da pessoa amada e até mesmo que os ciúmes chegam a ser um certo “tempero” para uma relação. Para estas pessoas, sentir ciúmes é um sinal de que o outro é realmente importante e querido. Podemos dizer, então, que, até certo ponto, os ciúmes podem ser um sinal de valorização, importância, carinho, amor.

Mas o que acontece quando os ciúmes ultrapassam os limites e se tornam

algo insuportável, que atrapalha a relação? Bem, aí eles deixam de ser o tal tempero e se tornam apenas um grande incômodo. Às vezes este incômodo é tão grande que relações chegam ao fim exatamente por causa dos ciúmes. Isso porque uma pessoa excessivamente ciumenta pode se tornar possessiva demais, querendo controlar o outro, agindo como um detetive em busca de indícios de que algo errado está acontecendo… Ninguém gostaria de estar ao lado de alguém assim, certo?

Acontece, porém, que em muitos casos, apesar dos ciúmes, a relação ainda vale a pena, e terminar o relacionamento não é uma boa opção. Isso porque, mesmo sendo os ciúmes um grande incômodo, a relação tem muitas coisas boas, e tentar mantê-la parece ser a melhor solução. Como fazer, então, para continuar o relacionamento sem que os ciúmes atrapalhem demais? Como amenizar os ciúmes da outra pessoa? Será que é possível?

Eu diria que é possível sim, mas somente até certo ponto. Todos nós temos limites, além do que não podemos forçar o outro a perceber as coisas como nós mesmos as percebemos. É aquela velha história: podemos ajudar os outros, desde que eles próprios queiram ser ajudados. Por este motivo, é possível você fazer a sua parte, desde que seu/sua companheiro(a) faça a dele(a) também!

E qual seria exatamente a parte daquele que tem alguém ciumento ao seu lado? Bem, a primeira tarefa seria entender as razões pelas quais a outra pessoa tem ciúmes. Geralmente estas razões estão associadas a um sentimento principal: a insegurança. Uma pessoa que não se acha boa (ou atraente, bonita…) o suficiente, por exemplo, pode temer que a qualquer momento seu par possa trocá-la por outro alguém. É fundamental, então, assegurar esta pessoa de que você gosta dela, de que ela é uma pessoa interessante e que é com ela que você deseja ficar.

Quando os ciúmes são exagerados, é muito comum que o(a) ciumento(a) “futuque” a vida do outro de todas as maneiras possíveis, com a certeza de que encontrará algo que justifique sua desconfiança. Fazendo isso, inevitavelmente serão encontrados elementos que serão interpretados como “provas do crime”: um telefonema para uma amiga, um comentário em uma rede social, uma ligação não atendida… Qualquer coisa inofensiva poderá ser percebida como um sinal de que algo está errado.

Diante de tudo isso, é importante ser o mais transparente possível, pois assim mal entendidos poderão ser evitados. Diga aonde está, ligue se for demorar mais do que você imaginou, apresente-o(a) para os seus amigos (e amigas!), inclua-o nas conversas, e faça tudo o mais que puder deixar seu par mais tranquilo. Muita gente acaba escondendo coisas bobas do(a) parceiro(a) ciumento, visando evitar confusões. Isso acaba sendo pior, pois qualquer “rastro” encontrado gera uma desconfiança ainda maior, prejudicando o relacionamento.

Finalmente, uma boa maneira de se evitar os ciúmes excessivos é através da conversa. Se você perceber que a outra pessoa está sentindo ciúmes, toque no assunto, pergunte o por que, deixe-a se expressar, dizer o que sente. Nestas ocasiões, reafirme seus sentimentos por ela e mostre como você não está interessado em mais ninguém. Deixe claro que não tem nada a esconder, e você conquistará, aos poucos, a confiança do seu amor ciumento.

Por: Dra. Mariana Santiago de Matos (Psicóloga)
Fonte: ParPerfeito

 

——————————————————————————————-

Conheça o curso presencial: “Terapia de Casal”

 

6 Comments

  1. Diogo Martins disse:

    Olá, eu sou o cara ciumento que não tem motivos para desconfiar da parceira.
    Ela tem uma “ficha limpa” sim eu já fiz tudo isso que você disse, “futucar” em busca de rastros, e ficar arrumando encrenca por causa de nada!

    A verdade é que sou um cara muito inseguro de mim mesmo, tenho alguns traumas de infância pelo mesmo motivo (meus pais tiveram um episódio de traição quando eu ainda nem tinha 8 anos de idade eles optaram por manter o relacionamento, mas minha mãe passou a sofrer agressão física. Isso com certeza abalou minha vida e dos meus 2 irmãos mais novos)

    O lance é, recebi um ultimato da minha namorada. Se eu exagerar uma vez mais, acabou! ( noivado marcado para dia 15/fev)

    O que eu tenho que fazer, não estando eu na negação e sabendo ou achando que sei os motivos pelos quais desenvolvi minha insegurança, para salvar a minha vida? Sim, porque, se não der certo com a minha atual namorada, eu não quero passar por isso em todos os próximos possíveis relacionamentos…

    Me ajude por favor
    Obrigado!

  2. Marlucia disse:

    tenho um ciúmes doentiu e não consigo me controlar, tenho ciúmes do meu namorado conversar com os amigos dele, eu não sei mais o que fazer. acham que preciso procurar um psicólogo.

  3. luis Antônio Moreira leão disse:

    Gostaria muito de uma ajuda é possível salvar meu casamento de 25 anos.

  4. B.souza disse:

    sou muito ciumenta meu namorado disse que estou perdendo ele por conta do ciumes, mas ele quer ir pra festa sozinho nunca quer sair comigo, mas eu sempre deixo não ligo muito, mas sempre fico de cara feia, qerendo saber com quem foi, onde foi quem tava, quem eé a menina que ele curtiu uma foto, quem é fulana que ele falou o nome pra algum amigo em roda de conversas, tem horas qeu quero mexer no celular dele pra tentar achar algo, mas me controlo, já mexi no computador nunca achei nada, eu tenho muito medo de perde-lo e de ser traida, o pior ainda é que tenho medo de perde-lo pelo meu ciumes, o que devo fazer? =/

  5. ana caroline disse:

    olá boa noite minha parceira me deixou por conta do meu excesso de ciumes ela diz que me ama mas assim ela nao consegue conviver mais comigo eu surto varias vezes xingo falo absurdos e sei que isso nao é normal eu so queria ajuda nessa parte pois depois de tudo oq eu faço eu fico muito mal e tento trata-la como se nada tivesse acontecido mas ela por sua vez chateada nao acredita mais muito em mim …enfim gostaria de saber se tem algum trtamento expecifico que eu msma possa fazer em casa se existem clinicas do governo ou algo do genero que possa me ajudar por favor

  6. Daniele disse:

    Bom dia! Meu nome e Daniele! Namoro a uns 7anos! Ultimamente estou sentindo muito ciumes do meu namorado, mais esse ciumes acontece quando ha provoçaçoes, por exemplo, quando alguem fica mexendo muito com ele, ele tem unas primas que nao gostam muito da minha pessoas, e assim quando estou perto dele, elas começam a me provocar, esse final de semana fomos há uma festa e ela estava lah, ficou o tempo todo puxando ele, focando no ouvido dele e teve uma hora que ela virou pra ele e falou assim: Bebe mais pra vc dançar comigo, nessa hora eu nao aguentei, eu explodir, virei pra ela e falei, se ele for dançar vai ser com a namorada dele, e nisso meu namorado ficou muito bravo, mudou todo comigo, to bem chatiada pq ele nao ver as provoçaoes ele acha que a culpa e todo minha, que eu tenho um ciume possesivo e louco, fico muito chateada pq ele nao enxegar isso. E o pior ela faz o drama dela, chora e fala com todo mundo que eu sou grossa, mais nao e assim que funciona as coisas, eu acho isso uma grande falta de respeito, ele chegou no ponto que disse que assim ele nao me quer, que meu ciumes e louco, e mandou eu procurar tratamento! Oq eu faço? sera que meu ciume e louco mesmo? nao consigo enxergar isso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *